curso de micropigmentação online

Curso de micropigmentação online: A evolução da maquiagem

A preocupação com a estética é muito presente nos dias de hoje. O número de cirurgias plásticas no Brasil evidencia isso, sendo que o nosso país é o campeão nesse quesito. Mas não é necessário realizar uma cirurgia para melhorar a aparência: existem muitas maneiras mais leves de alterar o corpo, sendo que uma delas é a micropigmentação.

A micropigmentação é uma técnica em que em aplica-se pigmentos sob a pele. Ela tem diversas funções, como a de esconder cicatrizes ou “desenhar” as feições do rosto, trazendo uma aparência mais jovem e agradável. O profissional que trabalha com essa técnica é chamado de micropigmentador.

A seguir explicaremos um pouco melhor sobre a técnica e a diferença entre micropigmentação e tatuagem. Além disso, você aprenderá sobre a profissão de micropigmentador, as áreas de atuação e os requisitos necessários para trabalhar nessa função.

A técnica da micropigmentação

micropigmentacao

Por se tratarem de técnicas parecidas, muitas pessoas confundem tatuagem e micropigmentação. A maior diferença está na profundidade que os pigmentos atingem: a tatuagem atinge a camada mais profunda da pele, a derme; já a micropigmentação atinge apenas a camada superficial, chamada epiderme.

A renovação celular da derme é muito baixa, e por isso a tatuagem tem a característica de ser praticamente permanente. A epiderme, diferentemente, tem uma taxa mais alta de renovação celular, e por isso a micropigmentação é temporária, podendo durar de 8 a 14 meses.

Através da micropigmentação, é possível amenizar os efeitos da calvície, remover manchas e cicatrizes temporariamente e destacar o contorno dos olhos. Uma das utilizações mais comuns da técnica é a modelagem de sobrancelhas, e é considerada uma evolução da maquiagem definitiva.

A profissão de micropigmentador/micropigmentadora

o fim das maquiagens micropigmentacao

O profissional especializado em micropigmentação trabalha principalmente em centros de estética, e pode ser considerado um esteticista. Para a realização da técnica é preciso saber manejar o dermógrafo,               e existem cursos que tratam do assunto.

O micropigmentador, além de saber utilizar o dermógrafo, também sabe as diferentes técnicas de micropigmentação. Dependendo do resultado final que se deseja, é necessário causar diferentes efeitos na pele. Para corrigir uma cicatriz, por exemplo, não se usa o mesmo efeito que é utilizado no preenchimento de uma sobrancelha.

Além disso, o profissional também é capaz de estudar o rosto do cliente e avaliar os melhores métodos para obter os resultados desejados. Isso inclui, por exemplo, a medição do rosto para calcular o quão larga ou estreita uma sobrancelha pode ficar antes de ser considerada desproporcional, e a decisão de quais tons de pigmento serão utilizados.

Similarmente à tatuagem, a micropigmentação apresenta alguns riscos e contraindicações. É preferível que não se aplique a técnica a gestantes ou mulheres que estão amamentando. Além disso, pessoas com diabetes e glaucoma precisam de autorização médica. Também não indicado para pessoas com problemas de cicatrização ou que estejam tratando a pele com ácidos.

A remuneração varia bastante, de acordo com a complexidade do serviço e do local de trabalho. A profissão ainda não tem regulamentação pelo Ministério do Trabalho, mas um micropigmentador bem capacitado pode faturar de R$3,000 ainda no início de carreira, e ultrapassar os R$6,000 quando se tem mais experiência.

Como se tornar um profissional da área

Para se tornar um micropigmentador, é sempre recomendado fazer um ou mais cursos na área. Os cursos de micropigmentação abordam assuntos como:

  • técnicas de micropigmentação;
  • manejo do dermógrafo;
  • estudo e medição de rosto;
  • estudo de tons de pele e de pigmentação;
  • higiene durante a realização do procedimento;
  • riscos envolvidos na técnica.

Há cursos micropigmentação gerais, que abordam tudo o que pode ser feito através de micropigmentação, mas também há cursos específicos. Por exemplo, há cursos que trata apenas de micropigmentação de sobrancelhas, enquanto outros abordam o uso da técnica na correção de manchas e cicatrizes. Cabe ao profissional decidir em qual curso vai investir.

Além do curso de micropigmentação online, é fundamental que o profissional sempre pratique sua técnica para alcançar níveis maiores de excelência. Assim como diz o ditado, a prática leva à perfeição.

A profissão de micropigmentador tem similaridades com a de tatuador, mas não tem uma característica definitiva como a última. Pode ser utilizada das mais diversas formas, seja para fins estéticos ou corretivos.

O profissional que trabalha nesse ramo tem bons salários iniciais podendo ganhar até R$3000,00 em início de carreira. No entanto, não deve ser acomodar, e sim ser dedicado e sempre procurar se aperfeiçoar.

Se você tem interesse na carreira de micropigmentador e deseja trabalhar na área estética, procure um curso sobre micropigmentação online! Não deixe para depois e comece o quanto antes a deixar as pessoas mais felizes consigo mesmas!

 

Comments